Flamengo vende o meia Lucas Paquetá ao Milan por R$ 150 milhões

Lucas Paquetá, do Flamengo, é uma das novidades na Seleção Brasileira para amistosos contra os EUA e El Salvador (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Lucas Paquetá terá mais dez jogos com a camisa rubro-negra para se despedir da torcida (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Por Dassler Marques e Vinícius Castro/Do UOL/Folhapress

SÃO PAULO-SP – O Flamengo vendeu o meio-campista Lucas Paquetá, 21, ao Milan, da Itália, por cerca de € 35 milhões (R$ 150 milhões).
Restam exames médicos, realizados nesta quarta-feira, 10, e detalhes finais para que a transação seja oficializada. Dono de 70% dos direitos econômicos do jogador, o time rubro-negro ficará com aproximadamente R$ 100 milhões na transação. O camisa 11 permanece na Gávea até o final do ano.

A transação foi inicialmente noticiada pelo canal do YouTube ‘Rafla Mengo’. A reportagem confirmou a informação e apurou os valores envolvidos.

Vender Paquetá era um plano da diretoria rubro-negra antes da virada do ano. A negociação do meia é importante para equilibrar o caixa e foi tratada como uma boa oportunidade em razão da idade do jogador.

A multa rescisória era de cerca de R$ 200 milhões. Desde o início, porém, os cartolas do Flamengo sabiam que era improvável negociá-lo por valor tão elevado. Era dito internamente que se uma proposta na casa dos € 30 milhões chegasse, o atleta seria vendido. O que, de fato, ocorreu.

Os representantes de Lucas Paquetá e do Flamengo já retornaram de Milão. A transferência será oficializada em breve, logo assim que os procedimentos burocráticos estiverem concluídos. Em ritmo de despedida, o último xodó da torcida tem mais dez jogos pela frente para dar adeus aos rubro-negros.

Seja o primeiro a comentar on "Flamengo vende o meia Lucas Paquetá ao Milan por R$ 150 milhões"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.