FCecon inaugura estrutura para cirurgias e amplia leitos de internação

Na última quarta-feira, foi realizado o primeiro procedimento de alta complexidade no local (Foto: Roberto Carlos Mendes / Secom)

Da Redação

MANAUS – A FCecon (Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas), unidade da Susam (Secretaria de Estado de Saúde), inaugurou, nesta semana, a primeira Sala Inteligente para cirurgias Minimamente Invasivas do SUS, na região Norte, o CCA (Centro Cirúrgico Ambulatorial) e mais 13 leitos, que vão ampliar a capacidade de internação da instituição.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, a estrutura vem para reforçar a Política de Atenção Oncológica do Estado. Também faz parte, de acordo com ele, do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Amazonas para ampliar a oferta de vagas para o tratamento do câncer na instituição, considerada referência na Amazônia Ocidental.

A diretora-presidente da instituição, engenheira biomédica Ana Paula Lemes, explica que o Centro Cirúrgico Ambulatorial, situado no segundo andar da instituição, conta com quatro salas. O espaço será dedicado, exclusivamente, às cirurgias de pequeno porte, como biópsias que necessitem de anestesia (retirada de tecido para análise patológica) e conizações (retirada de uma parte do colo uterino), as quais serão ampliadas em um terço na instituição.

A expectativa é que as medidas viabilizem um aumento de 17% no número de procedimentos cirúrgicos na unidade hospitalar, passando de aproximadamente 2820 cirurgias/ano, para 3300.

Sala Inteligente

Com suporte de alta tecnologia, a Sala Inteligente é um projeto do cirurgião urologista Cristiano Paiva, pesquisador da FCecon. Ela é integrada ao Centro Cirúrgico da Fundação Cecon e é utilizada para abordagens denominadas como Videolaparoscopias. São intervenções cirúrgicas que utilizam pinças e o suporte de uma microcâmera, introduzida no corpo do paciente.

O diretor-técnico da Fundação Cecon, cirurgião Ênio Lúcio Coelho Duarte, explica que, entre as principais vantagens dessa modalidade cirúrgica, estão: menor tempo de internação, recuperação mais rápida do indivíduo e menos riscos de sequelas. O espaço também é integrado ao auditório da unidade hospitalar e transmite em tempo real, as cirurgias realizadas, auxiliando no aprendizado de internos e residentes do hospital.

Na última quarta-feira, 4, uma equipe multidisciplinar realizou, com sucesso, o primeiro procedimento de alta complexidade no local. A paciente, de 56 anos, passou por uma nefrectomia radical, para a retirada do rim direito, acometido pelo câncer. Ela passa bem e deve receber alta médica nos próximos dias.

Participaram da cirurgia o urologista Cristiano Paiva; o anestesiologista Nilsomar Rodrigues; os urologistas da FCecon, Giuseppe Figliuolo, Vinicius Diniz e George Lins; o urologista convidado, Italo Cortez; o residente de urologia Marcos Barroso; o interno de medicina Matheus Alecrim; a enfermeira e gerente do Centro Cirúrgico da FCecon, Graça Gondin, e a instrumentadora Delmira Souza.

Ampliação de leitos

Paralelo a isto, a FCecon também terá a capacidade instalada de leitos ampliada, com mais 13 novas vagas distribuídas no sexto andar da instituição. A diretora-presidente, Ana Paula Lemes, explica que eles darão suporte às áreas de internação dos serviços de Pronto Atendimento e Quimioterapia. Assim, o hospital passará de 138 para 152 leitos ativos – o número inclui UTIs e Urgência. O setor de RPA (Recuperação Pós-Anestésica) também será ampliado, com mais quatro vagas para observação. 

Revitalização

Segundo a diretora, o cronograma de melhorias na FCecon incluiu a criação de um Departamento de Engenharia Clínica, iniciando a implantação com o cadastramento do parque tecnológico e levantamento histórico dos equipamentos. As próximas ações são a atualização dos cronogramas de manutenções. 

A Política Nacional de Humanização também entrou na pauta, com a revitalização de diversos espaços, como os Serviços de Quimioterapia e de Fisioterapia. No caso da Quimioterapia, que atende, diariamente, cerca de 70 pacientes, nos três horários, o Serviço recebeu novas poltronas reclináveis. A climatização e a ambiência também registraram melhorias.

No Serviço de Fisioterapia, macas e poltronas foram reformadas. Serão adquiridos novos equipamentos para a reabilitação de pacientes, como espaldar, braçadeiras de compressão e cones vaginais. O processo já está tramitando na CGL (Comissão Geral de Licitação).

Seja o primeiro a comentar on "FCecon inaugura estrutura para cirurgias e amplia leitos de internação"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.