Doria diz que caminho para o Brasil não é a esquerda e nem a extrema direita

João Doria não citou o prefeito de Manaus, Arthur Neto, em palestra a empresários de Manaus. Arthur é crítico do colega tucano (Foto: ATUAL)

João Doria não citou o prefeito de Manaus, Arthur Neto, em palestra a empresários de Manaus. Arthur é crítico do colega tucano (Foto: ATUAL)

MANAUS – Em palestra a empresários da indústria em Manaus, no início da tarde desta quinta-feira, 9, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que “o caminho para o Brasil não é a esquerda e nem a extrema direita”, em referência direta ao ex-presidente Lula e ao deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidatos à Presidência da República. O prefeito evitou se apresentar como candidato ao Palácio do Planalto, mas enalteceu sua própria eleição à prefeitura paulista quando era desconhecido do eleitorado e tinha apenas 2% das intenções de votos no início da campanha.

Sem Arthur e com Amazonino

Doria também não citou o prefeito de Manaus, Arthur Neto, do mesmo partido, candidato às prévias tucanas à Presidência da República e que tem criticado a forma de gestão do colega paulista. Arthur está na Ásia em viagem oficial. João Doria também não se encontrou com nenhum filiado do PSDB do Amazonas na rápida passagem por Manaus. “O PSDB precisa estar pacificado na sua convenção e atrair outros partidos para formar uma frente ampla pelo Brasil”, disse Doria, que teve uma reunião com o governador Amazonino Mendes (PDT).

Seja o primeiro a comentar on "Doria diz que caminho para o Brasil não é a esquerda e nem a extrema direita"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.