Dois de cada três eleitores de Lula dizem que votarão em quem ele indicar

Ciro Gomes e Marina Silva se beneficiariam em possível indicação de Lula como candidatos à Presidência (Foto: Agência Câmara/Ag.Brasil)

Do Estadão Conteúdo

SÃO PAULO – A mais recente pesquisa Datafolha, divulgada no início da madrugada deste domingo, 15, mostra que dois de cada três eleitores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvas (PT) deverão votar em quem ele apoiar nessa corrida presidencial, caso o petista fique impedido de disputar o pleito. E 1/3 afirma que não tem opção e preferem votar em branco ou anular o voto, nos cenários mostrados pela pesquisa.

Com a ausência de Lula nessa disputa presidencial, os pré-candidatos que mais se beneficiam são a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Os dois foram ministros do governo Lula. Marina fica com cerca de 20% das intenções de voto num cenário sem o ex-presidente e Ciro Gomes registra 15%. Em contrapartida, parte do eleitorado lulista, de acordo com o Datafolha, apoiaria até candidaturas como a de Jair Bolsonaro (PSC), Geraldo Alckmin (PSDB) e Joaquim Barbosa (PSB). Os três registraram nesse cenário 5% da preferência, cada um, desse eleitorado.

Mesmo preso, Lula continua com grande poder de influência sobre o eleitorado, diz o Datafolha: 30% dizem que certamente votariam em alguém indicado pelo ex-presidente e 16% talvez. Entre os lulistas, 66% votariam no indicado por ele e 21% talvez. Com relação à indicação do presidente Michel Temer, apenas 3% votariam e 9% talvez. E com o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, 10% votariam e 21% talvez.

A nova pesquisa Datafolha, que foi feita entre quarta, 11, e sexta-feira, 13, teve como base 4.194 entrevistas em 227 municípios. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob número BR-08510/2018.

Seja o primeiro a comentar on "Dois de cada três eleitores de Lula dizem que votarão em quem ele indicar"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.