Deu no Globo: campanha de Melo recebeu R$ 1,5 milhão de família que administra presídios

O governador José Melo anunciou as medidas depois de reunir-se com o ministro Alexandre de Moraes (Foto: Valmir Lima)

O governador José Melo durante entrevista com o ministro Alexandre de Moraes, após o massacre que deixou 60 presos mortos em dois dias em presídios de Manaus (Foto: Valmir Lima)

MANAUS – Reportagem do jornal O Globo deste domingo mostra que a família do presidente da Federação do Comércio do Ceará, Luiz Gastão Bittencourt, doou para a campanha do governador José Melo (Pros), em 2014, R$ 1,5 milhão. O dinheiro entrou no caixa de campanha por duas empresas: a Serval Serviços e Limpeza, que tem como administrador Luiz Fernando Monteiro Bittencourt, filho de Gastão, e a Auxílio Agenciamento de Recursos Humanos, que tem entre os sócios o próprio presidente da Fecomércio-CE. A primeira empresa doou R$ 1,2 milhão e a segunda, R$ 300 mil. A Auxílio era a empresa que antecedeu a Umanizzare na administração dos presídios no Amazonas. Gastão Bittencourt assina o contrato da Umanizzare com o governo do Amazonas e responde pela administração da empresa. A Unanizzare é responsável pela gestão dos presídios no Amazonas onde aconteceram a chacina com 60 detentos mortos, decapitados e esquartejados. Só no ano passado, a empresa recebeu do Estado R$ 326,3 milhões.

Leia a reportagem completa de O Globo

1 Comentário on "Deu no Globo: campanha de Melo recebeu R$ 1,5 milhão de família que administra presídios"

  1. Isto é um pilantra que muito funcionário público trabalhou por ele é o mesmo demitiu.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.