Deputada do PMDB de Braga e Temer defende eleição direta

Alessandra Campelo (Foto: Elisa Maia/Aleam)

Alessandra Campelo defendeu eleição direta, que favorece o PMDB (Foto: Elisa Maia/Aleam)

MANAUS – A deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB) defendeu a eleição direta para o Governo do Amazonas. A eleição suplementar será no dia 6 de agosto devido à cassação do governador José Melo (Pros) por compra de voto no pleito de 2014. Conforme Campêlo, “cabe ao povo decidir sobre seus representantes públicos legítimos”, disse, em pronunciamento na tribuna da ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) na manhã desta quinta-feira, 18. A eleição direta traz maiores chances ao senador Eduardo Braga, líder do PMDB no Estado, de voltar a governar o Estado. No caso de uma escolha indireta, a maioria na ALE apoia o governador interino David Almeida (PSD), do grupo de Melo e do mesmo partido do senador Omar Aziz, adversário político de Braga. Campêlo também defendeu eleição direta para presidente, caso Michel Temer deixe o cargo, mas falou como se fosse de um partido de oposição. Ela deixou o PCdoB em 2016 e se filiou ao PMDB.

1 Comentário on "Deputada do PMDB de Braga e Temer defende eleição direta"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.