David Almeida condena edição de vídeo em que se pronunciou sobre segundo turno

David Almeida esclareceu que vídeo sobre sua declaração de neutralidade no segundo turno foi levianamente alterado (Foto: Danilo Mello/ALE)

David Almeida esclareceu que vídeo sobre sua declaração de neutralidade no segundo turno foi levianamente alterado (Foto: Danilo Mello/ALE)

Da Redação

MANAUS – O presidente da ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas), David Almeida (PSB), derrotado na eleição para governador do Amazonas, reafirmou na tribuna da Casa, nesta terça-feira, 9, que não apoiará nenhum dos candidatos que concorrem ao governo no segundo turno: o governador Amazonino Mendes (PDT), que disputa a reeleição, e o jornalista Wilson Lima (PSC). Conforme o deputado, vídeo em que aparece se referindo apenas a Wilson Lima foi editado.

Em vídeo na sua página no Facebook, Almeida declarou neutralidade. Ele disse que vai manter a coerência, uma vez que durante a campanha eleitoral se posicionou contrário às velhas práticas de Amazonino Mendes e o despreparo e a falta de conhecimento de Wilson Lima.

“Coloquei meu nome à disposição da população. Eu fiz a minha parte e estou muito feliz com o meu desempenho nesta eleição, agradecendo a todos os amazonenses que acreditaram nas nossas propostas. Mas nesse momento, irei me manter neutro porque não concordo com as ideias de nenhum dos candidatos que estão no segundo turno”, explicou.

David disse que o vídeo que circula nas redes sociais desde essa segunda-feira foi alterado e, segundo ele, de forma leviana tentam atribuir que seu candidato seria o atual governador tampão. “Fizeram uma edição na minha fala, na live que fiz ontem, onde eu disse o porquê não ia apoiar o Wilson. Eu também expliquei os motivos que não me motivam a apoiar a reeleição do governador, mas tiraram essa parte para tentar colar minha imagem a ele e assim, tentar confundir a população. Não acreditem nisso”, explicou.

David afirmou que a posição de neutralidade é uma forma de respeitar a decisão de seus eleitores, que nesse segundo turno, devem avaliar o “menos pior. O presidente adiantou que não vai anular seu voto. “Não estou procurando emprego, nem apoio e nem cargos em secretarias. Saio dessa disputa maior que entrei. Mas nesse momento, irei me afastar da Aleam e do segundo turno, para cuidar da saúde da minha esposa.”

David adiantou também que vai se afastar da presidência da ALE para acompanhar a esposa que está em tratamento de saúde.

Seja o primeiro a comentar on "David Almeida condena edição de vídeo em que se pronunciou sobre segundo turno"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.