Com serviços integrados, Estado pretende reduzir custos e burocracia

Amazonino Mendes lançou projeto de serviços integrados em reunião com secretários, nesta segunda (Foto: Valdo leão Secom)

Amazonino Mendes lançou projeto de serviços integrados em reunião com secretários, nesta segunda (Foto: Valdo leão Secom)

Da Redação

MANAUS – Batizado de ‘Meu Amazonas’, o sistema de serviços públicos integrados será disponibilizado na internet pelo Governo do Amazonas. A intenção é reduzir tempo e burocracia no atendimento ao público. Um grupo de trabalho foi criado para coordenar a criação da plataforma de serviços sob o comando dos empresários José Benchimol, Enrike Bandeira, James Italiano e Paulo Pacheco.

Em uma primeira etapa de trabalho, o grupo irá estudar o que já existe de serviço online oferecido pelas secretarias para definir as necessidades. Técnicos da Prodam (Empresa de Processamento de Dados do Amazonas) darão auxílio especializado em informática.

Em solenidade de lançamento do projeto, na manhã desta segunda-feira, o governador Amazonino Mendes evitou associar a iniciativa a um programa político. “Deus me livre dar alguma conotação política a isso, seria como assassinar o projeto. Seria criminoso qualquer tentativa de manipulação política de um projeto dessa natureza, além de ser um desrespeito com o civismo desses jovens”, disse.

Custos

Com a integração dos serviços, o governo pretende eliminar custos. “Nós já estamos discutindo desde o ano passado um meio necessário para economizar os recursos públicos do estado, dar mais agilidade e fazer com que a sociedade possa participar de forma efetiva, fazer com que na palma da mão os cidadãos possam resolver suas questões relacionadas aos serviços disponibilizados pelo Governo do Estado”, disse Paulo Pacheco.

De acordo com José Benchimol, esse é um projeto que começou antes das eleições suplementares de 2017. “Havia uma lacuna no processo digital interface do cidadão com o estado, então, surgiu a necessidade de modernizarmos essa frente, além da necessidade de um maior engajamento da população. Essa é uma plataforma para viabilizar esse engajamento da população com o estado”, afirmou.

Entre as funções da plataforma ‘Meu Amazonas’ estará o ‘Bom Cidadão’, que pretende estimular a população a interagir por meio de premiações. Além disso, a plataforma vai agregar os serviços oferecidos pela rede de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs).

Seja o primeiro a comentar on "Com serviços integrados, Estado pretende reduzir custos e burocracia"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.