Coligação de Arthur voltará a usar dados de operação da PF, diz advogado

Yuri Dantas disse que a juíza não atendo ao pedido para vetar o uso da Operação Maus Caminhos na propaganda eleitoral (Foto: Rosiene Carvalho)

Yuri Dantas disse que a juíza não atendo ao pedido para vetar o uso da Operação Maus Caminhos na propaganda eleitoral (Foto: Rosiene Carvalho)

Por Rosiene Carvalho, da Redação.

O advogado do prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (PSDB), Yuri Dantas Barroso, afirmou ao AMAZONAS ATUAL que decisão liminar da juíza Careen Aguiar suspendendo inserções não censuraram o uso das informações da Operação Maus Caminhos, da Polícia Federal, e que, portanto, a coligação continuará falando sobre o tema na propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

Na noite desta quarta-feira, 21, a juíza da propaganda Careen Aguiar suspendeu, por decisão liminar, a veiculação de inserções da coligação ‘Por uma só Manaus’ porque, segundo a magistrada, associavam o nome do candidato Marcelo Ramos (PR) à operação da Polícia Federal.

“Uma liminar foi deferida para obstar a reapresentação de uma inserção específica. A reapresentação dela está vedada. Por essa razão nós a substituiremos”, afirmou Yuri Dantas.

O advogado disse que, embora a coligação “Mudança para Transformar” tenha pedido que o tema fosse abolido das eleições, esse ponto específico não foi acolhido pela juíza da propaganda. “Isso não foi concedido. Portanto, podemos continuar falando da questão”, disse.

Yuri Dantas acrescentou que a coligação de Arthur Virgílio Neto vai recorrer da liminar. “Vamos buscar o direito de continuar veiculando a inserção”, afirmou.

 

Seja o primeiro a comentar on "Coligação de Arthur voltará a usar dados de operação da PF, diz advogado"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.