Cinco deputados estaduais gastam quase todo o dinheiro da cota parlamentar em dois meses

Deputados da ALE gastam quase a totalidade da cota parlamentar em dois meses (Foto: Danilo Mello/ALE)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – Cinco deputados estaduais gastaram, em janeiro e fevereiro deste ano, praticamente todos os R$ 51.394,00 da Ceap (Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar) – o Cotão. Os maiores gastos foram deputados Sabá Reis (R$ 52,330 mil), Cabo Maciel (R$ 51,290 mil), David Almeida (R$ 51,283 mil), Sinésio Campos (R$ 50,907 mil) e Augusto Ferraz (R$ 50,865 mil). No total, os 24 parlamentares custaram R$ 982,5 mil nos dois meses, conforme divulgação das despesas no site da ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas), no link transparência.

A Ceap é uma cota mensal destinada a custear os gastos dos deputados exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar e inclui gastos com transporte, assessoria jurídica e correspondências. Cada deputado teve um valor creditado no montante de R$ 51.394,00.

Com um montante de R$ 47.457,40 o deputado Dermilson Chagas (PP) teve o sexto maior reembolso da Ceap. O sétimo maior reembolso ficou por conta do deputado Josué Neto (PSD), em um valor de R$ 46.958,01.

O vice-presidente da ALE, Abdala Fraxe (Podemos), com reembolso de R$ 46.367,06, ficou na oitava posição, entres os maiores gastos. O deputado Luiz Castro (Rede), com reembolso de R$ 46.135,87 ficou o nono maior gasto. O décimo lugar ficou por conta do deputado Platiny Soares (PSB), com um montante de R$ 45.935,02.

O uso do Cotão se intensifica em ano eleitoral, quando os deputados passam a ter uma atuação mais frequente nas bases eleitorais.

Quem não gastou nada do valor disponível foi o deputado Sidney Leite, que manteve os R$ 48,824 mil como crédito no Cotão.

Confira os valores dos gastos.

Seja o primeiro a comentar on "Cinco deputados estaduais gastam quase todo o dinheiro da cota parlamentar em dois meses"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.