Pensar e agir colonial

A tragédia política é gigante quando uma esquerda que tentou se aventurar com coligações com as classes dominantes enxerga somente nas teses burguesas da CEPAL os caminhos progressistas