Braga, Arthur e Rotta pedem dinheiro a ministérios em Brasília

Marcoa Rotta, o ministro Bruno Araújo, Eduardo Braga e Arthur Virgílio (Foto: Divulgação)

Marcos Rotta, o ministro Bruno Araújo, Eduardo Braga e Arthur Virgílio Neto (Foto: Divulgação)

MANAUS – Os grupos políticos que dividem o comando do Estado e da Prefeitura de Manaus circularam em Brasília esta semana em busca de recursos financeiros que possam abastecer os cofres públicos em 2017, ano pré-eleitoral. Enquanto o governador do Amazonas José Melo (Pros), de acordo com informação do líder do Governo, David Almeida (PSD), foi em busca de destravar recursos para o Governo do Estado, o senador Eduardo Braga (PMDB) divulgou fotos em reunião com os ministros Bruno Araújo (Cidades) e Ricardo Barros (Saúde). Braga foi aos ministérios acompanhado do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) e do vice-prefeito eleito Marcos Rotta (PMDB).

Dengue

O aumento de repasses na Saúde foram justificados em função do aumento de diagnósticos de pessoas com dengue no Estado. Em 2016, o número mais que dobrou segundo dados da FVS apresentados por Braga.

BRT

Para o ministro das Cidades, foram pedidos recursos para implantação do BRT, um dos temas mais usados por adversários como promessa não cumprida por Arthur Neto no primeiro mandato. Segundo a assessoria de comunicação do senador Eduardo Braga, o BRT tem custo total de R$ 1,2 bilhão.

Seja o primeiro a comentar on "Braga, Arthur e Rotta pedem dinheiro a ministérios em Brasília"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.