Base governista reúne votos para eleger próximo presidente da ALE, garantem aliados de Melo

David Almeida diz que Bosco Saraiva é um nome da base aliada do governador José Melo (Foto: Rosiene Carvalho)

David Almeida diz que Bosco Saraiva é um nome da base aliada do governador José Melo (Foto: Rosiene Carvalho)

Por Rosiene Carvalho, da Redação

MANAUS – Lideranças da base governista na ALE (Assembleia Legislativa do Estado) garantiram, nesta quinta-feira, 15, que as divisões no grupo são reversíveis e que, como de praxe, nas últimas horas para a eleição da Mesa Diretora os deputados satisfeitos e os insatisfeitos vão convergir votos para um só nome – ainda não definido.  Os deputados David Almeida (PSD) e Bosco Saraiva (PSDB) são apontados por deputados da base governista, que pediram para não serem identificados, como os “favoritos” à benção do grupo do Governo Melo.

A reação dos deputados mais próximos ao governador José Melo (Pros) ocorreu um dia após a oposição e deputados da base insatisfeitos com o Executivo informarem ao ATUAL que têm 12 votos para a eleição da Mesa Diretora da ALE. Como a eleição interna só têm 24 eleitores, a conta não fecha. O motivo são os parlamentares que estão orbitando entre o governo e a oposição. Neta quinta-feira, 15, por todo canto do plenário e da “coxia” havia grupinhos e duplas de parlamentares com conversas ao pé do ouvido.

A eleição está marcada para o dia 22 de dezembro e está em jogo a gestão de um orçamento independente que, em 2016, foi de R$ 264,8 milhões. Além de um “status” que significa um exercício mais pleno do poder em relação às limitações do cargo parlamentar por dar maior trânsito no governo.

Para se ter ideia de como a presidência dá um “up” na carreira política, nas Eleições 2014, dos cinco deputados mais votados, três eram ex-presidentes que se reelegeram com folga de votos: Josué Neto (PSD), Ricardo Nicolau (PSD) e Berlarmino Lins (Pros).

Favoritos da base

Deputados que pediram para não serem identificados indicam que, de todas as candidaturas, a base de José Melo, apesar das divergências, deve convergir para um só nome. Foram estes mesmos deputados que apontam os deputados David Almeida e Bosco Saraiva como os que têm fôlego para nadar até a praia. Para esse grupo, os dois são considerados como candidatos da base governista.

No governo, há a indicação de que a base conta com cinco pré-candidatos. Além do líder do governo, David Almeida, o deputado Belarmino Lins (Pros), que já foi presidente da ALE por três vezes; Sidney Leite (Pros), ex-secretário da Sepror; Sinésio Campos (PT); e Bosco Saraiva (PSDB).

Esses três últimos parlamentares, segundo Bosco Saraiva, são candidatos de um grupo independente que reúne 12 votos, incluindo os da oposição, e foram apontados pelo mesmo Bosco como um grupo que busca uma postura independente e que reúne oposição, deputados da base e deputados insatisfeitos com o Governo Melo.

Segundo o deputado do PSDB, os pré-candidatos do grupo são, além dele, de Sidney Leite e Sinésio Campos, os deputados Vicente Lopes e Alessandra Campêlo, ambos do PMDB.

Há ainda a pré-candidatura do deputado José Ricardo (PT), a mais certa até aqui, porém com baixa capacidade de agregar votos além do dele mesmo. Até o deputado de oposição Luiz Castro (Rede) andou se queixando de que o petista não lhe pediu voto.

Confiantes

O deputado David Almeida afirmou que é um dos que está trabalhando com afinco para que a base tenha unidade. “Eu vou trabalhar pela unidade da base aliada. A base vai marchar com um candidato só. Aqui se sabe quem são os candidatos. Ninguém sabe quem é o candidato de lá”, disse.

O presidente da ALE, Josué Neto (PSD), também aposta que no dia de oficializar a candidatura a base indicará um só nome. Josué Neto afirma que ninguém sabe quem é o candidato da oposição. “Seria bom saber, né?”, provocou.

Rejeição

A rigor, todos os pré-candidatos à presidência têm resistência entre os demais parlamentares. Sidney Leite, por exemplo, é apontado com uma parlamentar que estava ausente da ALE e voltou agora para sentar na janela. O melhor atributo de Belarmino Lins, segundo os deputados, que é a experiência para conduzir interesses do Legislativo e do Executivo, também conta para ele como ponto fraco. Vários deputados ponderam que Belão já foi presidente outras vezes e precisa “dar a vez” a um novo nome.

A rejeição de Bosco Saraiva é o partido dele, o PSDB, liderado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. Mas, durante a campanha eleitoral, Bosco procurou exibir seu distanciamento do tucano. Esta semana, o prefeito Artur foi seriamente atacado na tribuna pelo deputado José Ricardo (PT), e, presente no plenário, Bosco fez ouvido de mercador.

David Almeida é apontada pelos parlamentares novatos e insatisfeitos como um líder que não consegue facilitar a comunicação com o Governo Melo. Mas deputados da base, em silêncio, elogiaram esta semana o Governo e a atuação do líder nos últimos dias. Membro da mesa diretora definiu para o ATUAL assim a chance de David Almeida na disputa: “Quem quer criticar grita, quem elogia fala baixinho”.

Seja o primeiro a comentar on "Base governista reúne votos para eleger próximo presidente da ALE, garantem aliados de Melo"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.