Bank of China Brasil: dificuldades não atrapalharão investimentos chineses

bank-of-china Foto Reprodução

no ano passado, as relações comerciais entre Brasil e China atingiram US$ 36 bilhões. “Comparando com o início do século, esse número é 23 vezes maior. Para o futuro, o potencial é muito maior”, afirmou Zhang Guang Hua, presidente do Bank of China no Brasil (Foto: Reprodução)

PEQUIM – O presidente da filial do Bank of China no Brasil, Zhang Guang Hua, reconheceu nesta sexta-feira, 18, que tanto a China quanto o Brasil passam por dificuldades econômicas, mas que isso não deverá atrapalhar o investimento de empresas chinesas no Brasil. “A cooperação econômica entre os dois países está cada vez mais profunda”, disse, em evento realizado em São Paulo pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide China) e o Clube de Empresários Chineses (BCEC).

Zhang lembrou que, no ano passado, as relações comerciais entre Brasil e China atingiram US$ 36 bilhões. “Comparando com o início do século, esse número é 23 vezes maior. Para o futuro, o potencial é muito maior”, afirmou. “No longo prazo, estou bastante confiante nas relações da China com o Brasil.”

Na avaliação de Zhang, a crise brasileira deverá durar cerca de dois anos, mas, ao analisar a conjuntura do País, diz que é preciso levar em consideração que a dívida pública segue em uma faixa segura e as reservas em moeda estrangeira estão em níveis “relativamente altos”. “O Brasil tem um bom poder de pagamento e um sistema financeiro que funciona de maneira estável. Não há motivos para ser tão pessimista com o Brasil”, disse.

(Estadão Conteúdo/ATUAL)

Seja o primeiro a comentar on "Bank of China Brasil: dificuldades não atrapalharão investimentos chineses"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.