Até base aliada vota contra Melo ao derrubar veto a anistia de policiais

O governador José Melo na Assembleia Legislativa, em fevereiro deste ano (Foto: ALE/Divulgação)

O governador José Melo na Assembleia Legislativa, em fevereiro deste ano (Foto: ALE/Divulgação)

MANAUS – Ao derrubar veto do governador José Melo (PROS) a projeto de lei do deputado Platiny Soares (DEM), que anistia policiais e bombeiros militares que participaram de greves, na manhã desta quinta-feira (14), a ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) sinaliza com mudança no apoio a Melo, que enfrenta processo de cassação. A derrubada do veto foi por unanimidade. Os 19 deputados presentes à sessão, incluindo a maioria da base aliada, votou contra o governador.

Surpreendeu, inclusive, o voto do líder do governo na Casa, David Almeida (PSD), que encaminhou a votação pela derrubada do veto. Sinésio Campos (PT), fez o seguinte pronunciamento: “Nunca vi, na história deste parlamento, a derrubada de um veto do governador por unanimidade”. E ouviu, em seguida, manifestações de apoio ecoando nos microfones: “A Assembleia está viva deputado”. “São novos tempos”, disse outro, sem aparecer a identificação dos autores na transmissão da sessão pela TV ALE.

O veto de Melo foi ao PL (Projeto de Lei nº 324/215), aprovado em fevereiro deste ano.

Seja o primeiro a comentar on "Até base aliada vota contra Melo ao derrubar veto a anistia de policiais"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.