Arthur diz que Amazonino não tem coragem de enfrentar traficantes e pede comando das polícias

Arthur disse que Amazonino não tem coragem de enfrentar os problemas da segurança pública (Foto: Alex Pazuello)

Por Felipe Campinas, da Redação

MANAUS – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), afirmou na tarde dessa quarta-feira, 8, que o governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), não tem coragem de enfrentar os problemas de segurança pública no Amazonas e disse: “vamos botar um pouquinho de vergonha nessa cara e vamos trabalhar pelo povo”.

Arthur Neto afirmou que o contrato de R$ 5,6 milhões com a empresa Giuliani Security & Safety, do ex-prefeito de Nova Iorque Rudolph Giuliani, custou “os olhos da cara” e criticou o tempo previsto pelo governador para os primeiros resultados. “Daqui a quatro anos não vão respeitar nem a casa do governador”, disse Arthur.

O prefeito de Manaus pediu reação do Governo do Amazonas em relação a insegurança em Manaus e afirmou que Amazonino acha os traficantes “lindos”. “Para ele é tudo Brad Pitt. Ele não tem coragem de enfrentar essa situação porque eu não sei que tanto apego é esse que ele tem na vida porque já viveu o suficiente para entender que a vida dos outros é que vale, não é a nossa. O que vale é a vida do povo que a gente governa”, afirmou.

O prefeito desafiou Amazonino Mendes a desistir da candidatura que ele definiu como “tola” e pediu o comando das polícias. “Me passe para o senhor ver o resultado. Eu vou fazer o senhor dormir tranquilo e eu vou fazer o povo de Manaus dormir tranquilo. É só passar para as mãos de quem tem coragem de se arriscar e tem coragem de fazer aquilo que é necessário fazer”, disse o prefeito.

“É de espantar que o governador não perceba que falta segurança em Manaus. Eu já fiz um desafio bem claro, se o governador não tem coragem de enfrentar essa situação, primeiro ele tem que desistir dessa candidatura tola dele, e segundo me passar o comando das polícias para que eu faça o que for necessário fazer. Ele vai ver o resultado”, afirmou.

A troca de acusações políticas se acentuou com as convenções partidárias. Arthur, que apoiou Amazonino na eleição suplementar de 2017, este ano aderiu à coligação de apoio ao senador Omar Aziz (PSD) na disputa para governador do Estado. “Acorde, governador. Acorde! É feio isso, é muito feio. O senhor fica aí tratando todo mundo como mercadoria, como boi, e não cuida de enfrentar o principal problema que o senhor tem hoje, que está atazanando a vida das famílias que é a falta de segurança pública”, disse.

“O senhor não fez nada, não está fazendo nada contra os traficantes, parece que quer votos deles. Será que vai fazer comício com eles? Parece que depende deles, será que o governador para entrar num lugar vai precisar de proteção? Vamos botar um pouco de vergonha nessa cara e vamos trabalhar pelo povo”, completou o prefeito”, afirmou.

O governador não respondeu às provocações. Confira a declaração do prefeito.

1 Comentário on "Arthur diz que Amazonino não tem coragem de enfrentar traficantes e pede comando das polícias"

  1. PRECISANDO DE AJUDA EM RELAÇÃO A DEPENDÊNCIA QUÍMICA? ÁLCOOL OU DROGAS? PODEMOS AJUDAR – ACESSE:
    http://www.clinicaderecuperacaoanjos.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.