Ameaças pela internet é crime, não existe anonimato quando você invade o espaço de outra pessoa

SÃO PAULO – Desde que eu comecei a expor opiniões na internet eu recebo mensagens nada educadas de algumas pessoas, apesar de ter vários seguidores que gostam do que escrevo e são carinhosos, nunca deixei de sofrer com ataques e ameaças dos famosos “haters” da internet que são pessoas especializadas em procurar alguém para ser alvo de seu ódio gratuito.

Certa vez um grupo de pessoas conseguiram informações minhas pessoais e ameaçaram minha família, me ameaçaram de morte e passar por isso foi talvez a experiência mais estranha de todas, mas o que fazer quando isso acontecer? O que fazer quando um perfil fake estiver ameaçando você?

Ao contrário do que pensa muita gente, a internet não é mundo livre de regras jurídicas, onde as pessoas possam fazer o que desejem, sem enfrentar as consequências de seus atos.

Em princípio, qualquer ato ilegal praticado por alguém na internet pode gerar consequências jurídicas. É o que se chama de responsabilidade, ou seja, as pessoas podem ser responsabilizadas por seus atos na chamada rede mundial de computadores. De forma geral, a responsabilidade por atos na internet é idêntica àquela causada por atos no mundo físico, isto é, no mundo não virtual. Não há norma jurídica que dê isenção às pessoas para praticar atos ilegais na internet.

Por isso que se alguma exposição da sua imagem ou ameaças contra você for feita, é bom saber que você tem a justiça do seu lado. Já existem delegacias especializadas em crimes pela internet, leis e exemplos de que no mundo virtual não existe sigilo. Antes de pensar em usar a internet para amedrontar alguém, lembre-se que a internet não é um espaço sem leis.

Seja o primeiro a comentar on "Ameaças pela internet é crime, não existe anonimato quando você invade o espaço de outra pessoa"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.