Amazonino pede reserva de dinheiro para realizar concurso na segurança pública

A falta de segurança pública é uma das causas para tendência de apoio ao autoritarismo, revela o estudo (Foto: ABr/Agência Brasil)

Concurso terá vagas para a Polícia Militar do Amazonas, conforme pedido de crédito suplementar (Foto: ABr/Agência Brasil)

Da Redação

MANAUS – O governador Amazonino Mendes (PDT) enviou mensagem à ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas), nesta terça-feira, 10, reservando R$ 1,163 milhão em crédito suplementar para realização de concurso na segurança pública. O exame envolve vagas nas polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros.

O líder do governo na ALE, Dermilson Chagas (PP), disse que pedirá urgência na votação do projeto. A intenção é assegurar os recursos ainda na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) deste ano. Devido à legislação eleitoral, o Estado e os municípios não podem realizar concurso público. Amazonino tem seis meses de governo e ainda não anunciou se concorrerá à reeleição.

Na mensagem, Amazonino justifica que o dinheiro é para ampliação do quadro de pessoal do sistema de segurança pública do Estado.

Confira a mensagem do governador na íntegra.

1 Comentário on "Amazonino pede reserva de dinheiro para realizar concurso na segurança pública"

  1. Pode realizar concurso público, sim, desde que haja previsão na lei orçamentária ou de diretrizes orçamentárias, ou, ainda, autorização do poder competente — quando não há tal previsão.

    O que não pode é a NOMEAÇÃO/CONTRATAÇÃO de pessoal, isso, sim, é vedado. Mas a simples realização de concurso não é.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.