Amazonino participa de evento de Arthur Virgílio, mas não fala em aliança para a eleição

Amazonino e Arthur

Amazonino Mendes disse que foi ao evento bater continência a Arthur Virgílio (Foto: Reprodução/BNC)

Da Redação

MANAUS – O governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), participou do evento de comemoração dos 40 anos de vida pública do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), na noite desta sexta-feira, 13, no Dulcila’s Festas e Convenções. Apesar de elogiar a vida pública do prefeito de Manaus, o governador não falou sobre as eleições de 2018. Todos esperavam o evento como um palanque para anunciar a união dos dois partidos.

Arthur Neto apoiou Amazonino Mendes na eleição suplementar que ocorreu no Estado em 2017. Na época, o senador e pré-candidato a governador Omar Aziz (PSD) também se juntou a Amazonino, que saiu vitorioso nas urnas. Agora, o PSDB de Arthur é esperado na coligação do PDT para a disputa majoritária, enquanto Omar pretende disputar a eleição contra Amazonino.

Em evento realizado no último dia 5 de julho, Omar Aziz anunciou a pré-candidatura a governador do Amazonas. Durante a entrevista, o senador criticou Amazonino Mendes e disse que a relação dele com o prefeito Arthur é de amizade. Sobre uma possível aliança com Arthur, Omar disse que gostaria de ter o prefeito na coligação com seu partido.

Questionado sobre o que diferenciava ele de Amazonino, Omar respondeu: “Eu cumpro o que eu prometo. Isso me diferencia dele e dos outros candidatos”. O senador se referia à promessa de Amazonino de que não concorreria nas eleições de 2018 e apoiaria o senador, que já se preparava para a dispa deste ano.

Os deputados federais Pauderney Avelino (DEM) e Alfredo Nascimento (PR) também participaram do evento. Ambos disseram que estavam ali para prestar homenagens ao prefeito Arthur pelos 40 anos de vida pública e negaram as insinuações de que estariam ali como uma estratégia para a disputa de 2018. Também esteve no evento a deputada federal Conceição Sampaio e o deputado Arthur Bisneto.

O PSDB, se confirmada a aliança com o PDT, deve lançar o vice de Amazonino. Os nomes são o do deputado federal Arthur Bisneto ou do vice-prefeito Marcos Rotta.

Bater continência

O governador Amazonino Mendes disse, no discurso que fez no evento, que foi ali “bater continência” a Arthur pelos 40 anos de vida pública. “Vim aqui homenagear não o político, mas o homem Arthur”, disse.

No final da fala, ele pediu a todos, “com muita reverência e muito respeito a Arthur” para se retirar. Disse que estava rendendo homenagens, mas pediu para sair porque já estava uma hora e meia em pé. “O velho precisa dormir”, disse, e recebeu um abraço de Arthur.

1 Comentário on "Amazonino participa de evento de Arthur Virgílio, mas não fala em aliança para a eleição"

  1. 2 velhos caciques que vão se aposentar sem ter expressão. Todos os 2 governos são de pura arrogância e ego. O município de Manaus está totalmente abandonado e endividado, com esburacada e cheia de ondulações. Não construiu nenhuma escola ou posto de saúde. Gastou muito dinheiro em publicidade e carros de luxo. Foi deletado na operação lava jato como KIMONO. Cargos de nepotismo com esposa e filho. Enquanto que o governo estadual está cheio de denúncias nos processos de licitação. O Amazonas precisa aposentar os velhos caciques e exigir compromissos e qualificação dos próximos governantes. E a população tem que fiscalizar e denúnciar e votar corretamente.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.