Alessandra Campêlo diz que PT-AM foi ingrato com Vanessa Grazziotin

Alessandra Campêlo afirmou que petistas foram injustos ao não apoiar candidatura de Vanessa (Foto: Felipe Campinas)

MANAUS – Em entrevista ao ATUAL na tarde desta quarta-feira, 8, a deputada estadual e pré-candidata à reeleição Alessandra Campêlo (MDB) afirmou que considerou injusta a forma como o PT tratou a senadora e pré-candidata à reeleição Vanessa Grazziotin (PCdoB). Para a deputada, os petistas foram ingratos com quem foi leal ao projeto deles. “Quero até opinar aqui, vou meter a colher em um assunto que não cabe a mim. Acho injusto a forma que o PT tratou aqui a senadora Vanessa Grazziotin, porque eu acho que gratidão a gente tem que ter, e lealdade. A forma como foi tratada a questão da senadora Vanessa pelo PT eu achei de uma ingratidão já que ela foi tão leal ao projeto do PT, muito embora não fosse o meu projeto e não seja o meu projeto no momento. Achei que não houve uma reciprocidade”, afirmou. A deputada se referiu a disputa entre a senadora comunista e o pré-candidato Francisco Praciano (PT) para ter apoio da regional nas eleições deste ano. O PT se aliou ao PSB do deputado David Almeida, e pretendia lançar Praciano ao Senado. Na última segunda-feira, 6, Praciano divulgou nota afirmando que não tinha nenhuma força na Nacional e que o destino político dele estava nas mãos de Vanessa.

Seja o primeiro a comentar on "Alessandra Campêlo diz que PT-AM foi ingrato com Vanessa Grazziotin"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.