ALE limitará à Comissão de Obras depoimento de ex-secretário que denunciou fraudes na Seinfra

Governo recrutou apoio na oposição e plenário da ALE aprovou orçamento para 2018 de R$ 15 bilhões (Foto: ALE/Divulgação)

Depoimento de ex-secretário da Seinfra não ocorrerá no plenário da ALE, mas na Comissão de Obras (Foto: ALE/Divulgação)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – A ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) aceitou ouvir o ex-secretário de Estado de Infraestrutura, Gilberto de Deus, que denunciou irregularidades na Seinfra (Secretaria de Estado da Infraestrutura) em 2015. Mas o depoimento será restrito à Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos. Gilberto de Deus havia solicitado em abril deste ano novo depoimento aos deputados estaduais. Na época das denúncias, com maioria na base de apoio na ALE, o ex-governador José Melo barrou o depoimento.

Ex-líder de Melo e atual presidente da ALE, o deputado David Almeida (PSB) confirmou o depoimento, ainda sem data definida. Almeida não quis se pronunciar sobre a audiência não ocorrer em plenário.

O presidente da comissão é Belarmino Lins (PP), também ex-aliado de Melo. Ele não foi encontrado pelo ATUAL para se manifestar sobre o caso. O vice, Josué Neto (PSD), também ex-aliado de José Melo, afirmou que não foi comunicado sobre a audiência com ex-secretário da Seinfra.

Denúncias

Em 2015, após romper com o então governador José Melo (Pros), Gilberto de Deus denunciou obras pagas e não realizadas pela Secretaria de Infraestrutura em um relatório encaminhado ao TCE (Tribunal de Contas do Estado), ao TCU (Tribunal de Contas da União) e ao MP-AM (Ministério Público do Amazonas).

Entre as denúncias consta a construção da Ponte do Pera, em Coari, no valor de R$ 11 milhões. Segundo o secretário, foram pagos R$ 9 milhões sem que os serviços tivessem sido executados. Outra denúncia é relativa ao pagamento de R$ 26 milhões pela obra do monotrilho à empresa CR Almeida, sem que nada tenha sido feito do projeto.

Três anos após as denúncias do ex-secretário, o caso ainda não foi concluído. No TCE, o processo foi desmembrado e enviado para as promotorias do interior. A investigação ocorre em segredo de justiça.

Apoio

Na terça-feira, 8, o também ex-líder do governo José Melo, deputado estadual Sabá Reis (PR), declarou publicamente apoio ao depoimento de Gilberto de Deus.

Leia mais: 

TCE desmembra em 26 processos denúncias de Gilberto de Deus de 2015

Ex-secretário que denunciou fraudes na Seinfra pede nova audiência a deputados

Ex-secretária da Seinfra presa por corrupção é solta com o fim da prisão temporária

CPI da Seinfra requerida em 2015 teve adesão de apenas cinco deputados

Seja o primeiro a comentar on "ALE limitará à Comissão de Obras depoimento de ex-secretário que denunciou fraudes na Seinfra"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.