Aécio convoca para ato de domingo, mas diz que não decidiu se irá

Imagem do vídeo publicado pelo presidente do PSDB no Facebook convocando a população para ir às ruas no domingo (Foto: Reprodução)

Imagem do vídeo publicado pelo presidente do PSDB no Facebook convocando a população para ir às ruas no domingo (Foto: Reprodução)

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do PSDB, Aécio Neves, está convocando as pessoas para o protesto do próximo domingo, 12, contra o governo da presidente Dilma Rousseff. “Neste domingo, dia 12, novamente os brasileiros vão às ruas para dizer que não aguentam mais tanta mentira, não aguentam mais a inflação saindo do controle e o desemprego aumentando e um governo que não governa mais. Se você está com esse nó na garganta, vá para a rua, se manifeste e vamos mostrar que o Brasil merece muito mais do que este governo medíocre (de Dilma)”, diz o tucano no vídeo.

O senador e presidente nacional do PSDB, que hoje teve reuniões com deputados mineiros no diretório estadual do partido, estenderá sua estadia na capital mineira durante o final de semana. Questionado se irá participar da manifestação do domingo organizada por grupos que se dizem apartidários, como o Movimento Brasil Livre e Vem Pra Rua, Aécio disse que ainda não decidiu.

Ato em BH

Em Belo Horizonte, o protesto está marcado para as 10 horas, na Praça da Liberdade. “Estarei em BH nesta semana e vou avaliar com os meus companheiros. Ainda não tomei essa decisão, mas estou livre para decidir como cidadão e abraçar tantos mineiros que também estão indignados com o descalabro desse País. Vou avaliar até o último momento”, disse.

Ele afirmou que o fato de não ter participado da primeira grande manifestação, do dia 15 de março, foi para que o movimento não tivesse caracterização de um partido. “Quanto mais a sociedade for às ruas, menos identificada com partido, mais legítima e forte será. Por isso, naquela grande primeira manifestação eu optei por não permitir que se desse essa conotação até de certo oportunismo. O movimento não nasceu de um partido, foi construção da sociedade. Mas nós somos parte dessa sociedade”, disse.

Perguntado se, caso decida participar da manifestação de domingo quais os dizeres do cartaz que levaria, Aécio respondeu: “Chega de mentira, de corrupção. O Brasil merece mais do que esse governo medíocre que está tendo”.

Renúncia branca

Ele voltou a repetir que a presidente Dilma Rousseff (PT) introduziu a “renúncia branca”, com o vice-presidente Michel Temer (PMDB) à frente da articulação política. “A presidente Dilma não renunciou ao cargo, mas ao governo. O que vai acontecer daqui por diante vai depender, sobretudo, da sociedade brasileira”, disse.

Ele ainda tornou a criticar os governos petistas estadual e federal ao lembrar que no início do ano foi feita uma comemoração de aniversário de fundação do PT na capital mineira e que na ocasião teria sido dito que uma das metas do partido era “desconstruir o governo do PSDB” no Estado.

“Eu até entenderia se fosse uma estratégia de um partido político. Mas o que nós não vamos permitir é que um governo do Estado se coloque a serviço de um projeto de poder de um partido político. Porque isso significa que ele se coloca contra o interesse dos mineiros. Isso jamais aconteceu na história do Estado”, falou.

PSDB

Aécio disse que o PSDB-MG fará sua renovação de direção de forma “natural” em junho. Hoje, o PSDB-MG é presidido pelo deputado federal Marcus Pestana.

Cogitam-se nomes como os deputados Paulo Abi-Ackel e Domingos Sávio para liderar o PSDB-MG no próximo mandato. Sobre as eleições municipais de 2016, Aécio comentou que tem se preocupado não só nos municípios mineiros mas com o Brasil inteiro. Comenta-se de que ele estaria se aproximando novamente do atual prefeito Marcio Lacerda (PSB) para lançá-lo para reeleição à frente da capital mineira.

“Estamos fazendo um levantamento das 300 maiores cidades do Estado para construir alianças partidárias. Chegaremos às eleições de 2016 muito mais fortes para retomar as prefeituras que perdemos e elegemos outras, em Minas Gerais especialmente”, disse. Ele comentou também que há uma demanda por filiação para integrar o PSDB no Brasil “que não existia antes” e reiterou que o partido fará campanha para aumentar a presença de jovens e mulheres filiadas. “O PSDB vive o melhor momento de sua história”, ressaltou.

(Estadão Conteúdo/ATUAL)

Seja o primeiro a comentar on "Aécio convoca para ato de domingo, mas diz que não decidiu se irá"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.