A ilusória democracia brasileira e as suas consequências

SÃO PAULO – Você já parou para pensar que vivemos de fato dentro de uma ilusória democracia e ela tem sido, para muitos, poder falar o que bem entender, principalmente na geração da internet, sem medir consequências, as violações á lei, os equívocos de forma de lidar individual ou coletiva. Vejo que a liberdade tem sido bastante confundida com libertinagem e isso não vem de hoje. Aprendi que uma das principais bases da democracia é justamente  harmonização  dos interesses do Estado e do povo, de forma que a lei reja tanto para o governo quanto para o povo, sem haver contaminação com a demagogia e ditadura, sem buscar um meio termo entre as ditas esquerda e direita.

Assim, enquanto a humanidade continuar alimentando o pensamento de que a lei é para o outro, nos moldes do provérbio “aos amigos tudo; aos inimigos, a lei”; enquanto os Estados criarem leis com “dois pesos e duas medidas” em seu favor, preterindo o povo e favorecendo o próprio estado, será que teremos, efetivamente, a democracia no mundo? Agora, pensando em mim, como ser humano, enquanto eu ficar à mercê de pensamentos variados, tais como, por exemplo, os de consumismo, que me levam a comprar o que não preciso, apenas para atender à sua vontade, ou os que me levam a agir preconceituosamente, emitindo juízos ilógicos, quem estaria no comando: eu ou os pensamentos que me dirigem, como tiranos, fazendo de mim uma marionete em suas mãos?

Encerro essa reflexão, concluindo o grande vínculo que existe entre a democracia e a liberdade. A partir disso, me veio outro tipo de reflexão, deve ser justamente por isso que seja tão difícil entender a democracia, afinal é difícil também entender o real e honesto conceito de liberdade.

 

Seja o primeiro a comentar on "A ilusória democracia brasileira e as suas consequências"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.