38 anos do PT: a luta continua!

O Partido dos Trabalhadores completa 38 anos no próximo dia 10. O PT foi fundado em 1980 por operários, professores, religiosos, jovens e tantos outros que lutavam pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. O PT surgiu como um instrumento dessa luta.

O PT é a voz da população mais necessitada, dos mais pobres. O PT lutou contra a ditadura e pela democracia. Desde 1982 que o partido participa das eleições no País. Além de eleger vereadores, prefeitos, governadores, deputados estaduais e federais, e senadores, o PT chegou à presidência da República, com Lula e Dilma.

Lula foi considerado o melhor presidente do País e implantou os maiores programas sociais da história do Brasil. Dentre os programas, o Fome Zero tirou o País do Mapa da Fome, reconhecido pela ONU. O PT implantou também o Programa Minha Casa Minha Vida; o Luz para Todos; o Prouni, que levou milhões de jovens à universidade e tantos outros projetos e investimentos que levaram dignidade e direitos à população mais carente.

No Amazonas, os governos de Lula e Dilma trouxeram água para a Zona Leste e Norte de Manaus, por meio do Proama.  Investiram em energia com o Gasoduto Coari-Manaus e o Linha de Tucuruí. Também prorrogaram a Zona de Franca de Manaus, até o ano de 2073, mantendo milhares de empregos. Houve liberação de recursos para a construção da ponte sobre o Rio Negro. O Luz Para Todos chegou à maioria das comunidades do interior do Amazonas e o Bolsa Família beneficia milhares de famílias amazonense para evitar que passem fome.

Por tudo isso, grupos da elite do País querem destruir o PT, principalmente ao Lula, que está em primeiro lugar nas pesquisas de opinião para presidente da República nas eleições de 2018. Mas não é só isso, querem destruir os programas e avanços sociais conquistados pelo povo ao longo dos governos do PT.

Após a vitória da Dilma, em 2014, começou o golpe. Por um lado o PSDB (Aécio) e o PMDB (Temer, Eduardo Cunha, Romero Jucá, Renan Calheiro) e outros parlamentares corruptos. Por outro lado, os grupos do Judiciário e do setor empresarial (Fiesp). Todos unidos para derrubar uma presidenta eleita, que nenhum crime cometeu. Com o golpe, em 2016, assumiu o Temer e sua quadrilha, conforme denúncia do Ministério Público Federal.

Desde então, o País está vivendo o maior retrocesso de sua história. Congelaram os gastos sociais por 20 anos, entregaram a exploração do petróleo do pré-sal para os estrangeiros que não precisam pagar impostos, aprovaram a reforma trabalhista que retirou mais de 100 direitos dos trabalhadores, acabaram com a Farmácia Popular e os recursos para o Minha Casa Minha Vida para os mais pobres. Agora querem aprovar a Reforma da Previdência e obrigar o trabalhador a trabalhar mais e ganhar menos.

O resultado é um dos maiores índice de desemprego da história. São quase 14 milhões em todo País. No Distrito Industrial de Manaus foram 50 mil pessoas que perderam o emprego. Nestes dois anos de golpe, a economia não cresce e a credibilidade do governo não passa de 3%. Todos querem o Temer fora do governo.

Querem impedir o Lula de ser candidato. A operação Lava Jato, conduzida pelo juiz Sergio Moro, que deveria ser uma operação para enfrentar a corrupção, está servindo para perseguir o Lula. O Aécio, o Temer e centenas de outros larápios, pegos nas gravações, nas delações, nos documentos, nas investigações, nas filmagens com esquemas e dinheiro público roubado, não são sequer incomodados pela Justiça.

Mas o Lula e o PT não vão desistir da luta. Vão continuar defendo os trabalhadores, ficando do lado dos que mais precisam. Não serão os outros partidos que vão defender o desempregado, o sem teto, os sem terras, os sem lares, os sem esperança. Somente o PT. Essa é a sua missão.

No Amazonas o PT precisa estar firme na luta. Tem história. Foram criados mais de 50 comitês pela democracia e na defesa de Lula em ser candidato. Mas precisamos de mais. Cada filiado e filiado é importante nesta luta.

2018 é um ano de eleição. O PT vai participar. Defendo candidatura própria a governo para se contrapor ao grupo político que governa há 34 anos o Amazonas. Mas precisamos construir um programa de governo, com a participação da sociedade, dando atenção ao interior do estado, que olhe os jovens que estão morrendo pelas drogas e pela violência, que garanta as políticas públicas que garantam direitos das mulheres, que a saúde pública e a educação sejam priorizadas.

O PT tem história e vai continuar a construir a história do povo do Amazonas.

Viva a Democracia. Viva Lula. Viva a luta do PT.

 

Seja o primeiro a comentar on "38 anos do PT: a luta continua!"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.