Urgente: mandato de Melo pode ser cassado pela 2ª vez no TRE

Jose-Melo-perde-mae-segunda-feira_ACRIMA20150119_0017_15

Governador José Melo responde a 22 processos no TRE do Amazonas (Foto: Divulgação)

O corregedor regional Eleitoral João Mauro Bessa, preterido pelo Tribunal de Justiça para continuar como membro do TRE (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas) na semana passada, marcou para esta quarta-feira, 20, a votação de um dos 22 processos de cassação do governador José Melo (Pros) e do vice Henrique Oliveira (SD). Na sessão de de segunda-feira, 18, do TRE, ao julgar um agravo regimental para contestar provas em uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), Mauro Bessa negou o argumento da defesa indicando que havia no instrumento “um erro crasso (por apresentar documentos equivocados em processo) que protelava o processo”. E, de forma incomum em julgamento no TRE, apresentou durante a sessão o relatório conclusivo da Aije, repassando o mesmo para o Ministério Público Eleitoral (MPE). Bessa deu um prazo de 48 horas para o MPE. O órgão ministerial disse que não precisava de todo o prazo e que daria o parecer nesta terça-feira, 19, para que o processo seja julgado na quarta. A denúncia envolve uma série de irregularidades, incluindo o caso Nair Blair, que levou o tribunal a cassar, por maioria de votos, o mandato de Melo, em janeiro deste ano. Bessa, no relatório, indica voto pela cassação do governador.

Seja o primeiro a comentar on "Urgente: mandato de Melo pode ser cassado pela 2ª vez no TRE"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.